Saiba diferenciar tristeza comum de depressão

Saiba diferenciar tristeza comum de depressão

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão afeta cerca de 340 milhões de pessoas no mundo todo. Esse distúrbio emocional é reconhecido hoje como doença, que é caracterizada, entre outros sintomas, por tristeza profunda e baixa autoestima.

Fatores como estresse, frustrações, culpa, auto cobrança, assédio moral, excesso de trabalho ou atividades, dificuldades financeiras, desemprego, luto ou até mesmo causas biológicas, podem levar uma pessoa a depressão. Isso acontece porque há uma alteração química no cérebro do paciente, que não produz neurotransmissores de forma satisfatória.

O paciente que apresenta um quadro depressivo deve, inicialmente, procurar um psiquiatra, médico especializado na saúde mental. O tratamento inclui uso de medicamentos e pode estar associado à terapia psicológica. Já o psicólogo é o profissional de saúde que está habilitado para definir, junto ao paciente, estratégias de enfrentamento dos problemas que ocasionaram a depressão. Esse profissional também atua com técnicas de autoconhecimento, que ajudam o paciente se entender melhor e, assim, enfrentar o dia a dia.

 

Como identificar a depressão?

Muitas pessoas acabam confundindo tristeza com depressão. A maior diferença entre ambas é que a tristeza é momentânea, de curta duração, enquanto a depressão pode durar por muito tempo e ainda vir acompanhada de sintomas físicos. A doença pode passar por três estágios: leve, moderada e grave.

 

Quais são os sintomas que um paciente com quadro depressivo apresenta?                            

O paciente pode apresentar dois ou mais dos seguintes sintomas: apatia; medo; indecisão; insegurança; insônia; ansiedade; angústia; pessimismo; dificuldade para concentrar-se; falta de vontade e de motivação; perda ou aumento de apetite; esquecimento; sensação de vazio; entre outros.

Quais são os sintomas físicos que a depressão pode causar?

A doença pode provocar alguns sintomas físicos como: dores na área abdominal; dor no estômago; azia; má digestão; gases; dores de cabeça; dores no corpo; pressão no peito; constipação; entre outros.

Esses são alguns sinais da depressão. No entanto, como se trata de uma doença delicada, se autodiagnosticar e se automedicar é um grande risco. No caso de dúvida, procure por um especialista. Ele irá te diagnosticar e indicar o tratamento correto a fazer.

Aqui na Dediq temos psiquiatras e psicólogos preparados para te ajudar.

Agende sua consulta pelo site

ou pelo telefone.

Postado em 01/07/2016.

Se preferir, agende por Telefone ou Whatsapp: (11) 96924-5563 11 4800-3777


menu agende Agende um exame ou consulta Resultado de Exame