Precisamos conversar sobre exames de rotina

exames de rotina

Muitas pessoas pensam que, por não sentirem dores, não necessitam fazer exames de rotina. E aí é que se enganam.

Existem muitas doenças que trabalham silenciosamente no nosso corpo. E quando começam a dar os seus sinais, podem estar em estágio bastante avançado.

Por isso, é bem importante deixar os exames em dia. Mas quais são eles e quando fazê-los?

Confira, neste post, informações primordiais sobre os exames de rotina!

Qual a importância dos exames de rotina?

Muitas doenças, inclusive graves, podem ter seu quadro revertido se identificadas precocemente. Nesse sentido, a detecção precoce de doenças, evitando assim possíveis complicações é a maior vantagem que os exames de rotina podem oferecer para a sua saúde.

Ainda mais quando as doenças são silenciosas. Esses tipos de distúrbios não apresentam características fáceis de identificar. Às vezes, os pacientes nem sentem dores e, por isso, acabam deixando de fazer exames.

Tem idade certa para fazer exames de rotina?

Pessoas de todas as idades devem fazer exames de rotina. No entanto, dependendo do histórico de doenças da família e da atual condição física do indivíduo, os exames devem ser feitos com maior frequência.

Por exemplo, recomenda-se que adultos saudáveis façam exames de rotina de dois em dois anos.

Já indivíduos que convivem com obesidade, colesterol elevado e outros fatores de risco devem realizar os exames no mínimo uma vez por ano. Isso também vale para os idosos.

E os portadores de doenças crônicas, tal como diabetes, precisam renovar os exames a cada seis meses.

Quais exames devem ser feitos regularmente?

Geralmente, quando se busca um clínico geral, há exames que são prescritos por ele para a avaliação de todo o organismo do paciente, de acordo com a idade e com o aparecimento de sintomas ou não.

Alguns dos principais exames de rotina são: o exame de sangue, com hemograma completo do paciente, o de triglicérides, o de glicemia, os de urina e fezes, o de colesterol e o ecocardiograma.

Quais os exames específicos por faixa etária?

Durante a vida, os exames de rotina apresentam uma certa variação. Afinal, cada idade exige um cuidado maior para determinadas doenças ou órgãos do corpo.

Por exemplo, para o bebê, recomendam-se os exames neonatais, tais como o famoso teste do pezinho, a audiometria e também os de olhos e da frequência cardíaca.

No caso de crianças e jovens até 20 anos de idade, indica-se fazer exames como o hemograma e os de glicemia, colesterol, fezes e urina. Também, a partir do início da vida sexual, é bastante recomendável realizar exames preventivos de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Para as mulheres entre 20 e 65 anos de idade, exames de rotina especiais devem ser feitos. Eles são: papanicolau, densitometria óssea e ultrassonografia transvaginal. E, claro, o importante exame de mamografia.

Já para os homens da mesma faixa etária recomenda-se fazer exames de enzimas hepáticas, sangue, ureia e potássio. Também é importante examinar a próstata, principalmente após os 40 anos.

Quando chegam à terceira idade, a partir dos 60 anos, homens e mulheres devem fazer os exames básicos já indicados e ainda complementares, de acordo com a solicitação do médico. Dentre eles, estão os de colonoscopia e endoscopia e os exames cardiológicos.

Hoje você viu algumas recomendações sobre os exames de rotina. Lembre-se de visitar o seu médico frequentemente para fazer as devidas solicitações. Quanto mais você souber como anda o seu corpo, melhor.

Agora que você tem bastantes informações, que tal já marcar seus exames de rotina? Entre em contato com a Dediq, uma clínica multiespecializada, totalmente projetada para oferecer o melhor atendimento para você e sua família!

Postado em 19/05/2017.

Se preferir, agende por Telefone ou Whatsapp: (11) 96924-5563 11 4800-3777


menu agende Agende um exame ou consulta Resultado de Exame